Morre o apresentador e político Wagner Montes

 

Dx2P4gpWsAEt2UU

O apresentador e político (PRB/RJ) Wagner Montes morreu neste sábado (26),  às 11h30, aos 64 anos, devido a um choque séptico e sepse abdominal, segundo informações divulgadas por sua equipe de comunicação via Twitter. Wagner Montes estava internado há dois dias no hospital Barra D’Or.

Em novembro, Montes teve um infarto ao entrar em um avião em Foz do Iguaçu, e foi retirado da aeronave sendo atendido em um hospital na cidade, mas foi liberado para seguir tratamento no Rio de Janeiro, onde foi internado para tratar uma infecção urinária.

wagner-montes-silvio-santos_0f41d2c50f0d364b077867e433fe1ea6724628f2

A saúde de Wagner Montes estava fragilizada. Em 2017, chegou a ficar afastado de suas atividades por causa de uma arritmia cardíaca, que o levou a  ficar internado por 48 dias, 37 deles na UTI.

A Record TV divulgou nota de pesar pela morte do apresentador. Veja a íntegra.

“A Record TV lamenta o falecimento do nosso querido amigo e apresentador Wagner Montes neste sábado, 26 de janeiro de 2019.Conhecido pela irreverência e luta social que marcou seu trabalho ao longo de 35 anos como jornalista de TV, Wagner Montes foi um campeão de audiência e um dos apresentadores de maior sucesso na elevisão brasileira. Expressamos nossas condolências aos familiares, amigos e admiradores do trabalho deste profissional que ajudou a escrever a história da televisão brasileira.”

O velório será aberto ao público e acontecerá hoje (26), a partir das 20h, no saguão do Palácio Tiradentes, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), e amanhã (27), às 13h o corpo do deputado seguirá para o crematório do cemitério do Caju, onde acontecerá a cerimônia de despedida fechada para a família e os amigos mais próximos.

Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, decretou luto oficial de três dias na cidade em homenagem ao político. Para o chefe do executivo municipal, a trajetória de Wagner Montes “é um exemplo da vocação e da natureza do cidadão fluminense”, disse Crivella, em nota divulgada à imprensa.

“Hoje, há em cada olhar uma lágrima, em cada lar uma oração e em cada coração um voto de pesar e de saudade, pelo falecimento do líder, servidor do povo e amigo de todos, Wagner Montes, que a morte nos arrebatou inesperadamente”, comentou o prefeito Marcelo Crivella.

O Presidente em exercício da Alerj, André Ceciliano (PT) expressou “profunda tristeza” pela morte do “amigo, irmão e companheiro de trabalho”. “A alegria do Wagner, sua capacidade de trabalho e especialmente a habilidade de driblar as dificuldades sempre foram características marcantes de sua personalidade. Hoje perdemos uma grande figura, mas o céu ficará mais divertido. Siga em paz, meu irmão. Que deus conforte a família neste momento de dor, toda minha solidariedade à esposa do Wagner, filhos, amigos e colegas de trabalho”, disse Ciciliano.

Através do Twitter Márcio Pacheco (PSC) e o colega de Alerj e também eleito para a Câmara dos Deputados, Marcelo Freixo expressaram seus sentimentos:

963

965

 

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



 

 
 
previous next
X